Amazon foi hackeada: boato viral diz que criminosos adicionaram endereços de armários falsos às contas

Amazon foi hackeada

Recentemente, circularam rumores no Facebook de que a Amazon teria sido hackeada, com criminosos adicionando endereços falsos de lockers às contas dos usuários. Esses endereços seriam usados para receber produtos encomendados fraudulentamente. Muitos usuários compartilharam capturas de tela de endereços de lockers adicionados às suas contas, acreditando que fossem falsos.

Esclarecimento da Amazon Sobre o Incidente

Em resposta aos rumores, um porta-voz da Amazon esclareceu que não houve um evento de segurança na empresa e que seus sistemas permanecem seguros. Posteriormente, a Amazon atualizou sua declaração, explicando que os endereços foram adicionados às contas dos usuários por erro e que a empresa estava trabalhando para corrigir o problema. Eles asseguraram que não se tratava de uma questão de segurança de dados.

Contrariando os rumores, as investigações revelaram que todos os endereços de lockers adicionados às contas dos usuários eram, de fato, locais legítimos e confiáveis para retirada de encomendas da Amazon. Não houve relatos de pedidos não autorizados associados a esses endereços.

Leia mais:

A situação com a Amazon demonstra como rumores podem se espalhar rapidamente nas redes sociais, mesmo sem evidências concretas. A resposta rápida da Amazon ajudou a esclarecer a situação e a tranquilizar os usuários sobre a segurança de suas contas e informações.

1 comentário em “Amazon foi hackeada: boato viral diz que criminosos adicionaram endereços de armários falsos às contas”

  1. Pingback: Sadio Mané Casa-se com Noiva de 18 Anos em Cerimônia Tradicional - Vis Pacis

Comentários encerrados.

Rolar para cima